I'm a title. Click here to edit me

Sistema de Supervisão e Controle Compartilhado via Web

O Sistema de Supervisão e Controle Compartilhado via Web (SSW) é um aplicativo destinado a supervisão e controle de sistemas elétricos de potência, desenvolvido sobre a plataforma Elipse E3, para aplicação na operação de redes de distribuição de energia elétrica de forma compartilhada, a partir de uma plataforma hospedada na Web. Essa arquitetura visa reduzir o custo do investimento em um sistema próprio, permitindo fornecer os recursos de supervisão e controle na modalidade de prestação de serviço mediante mensalidade. O SSW é derivado da sexta geração de aplicativos SCADA desenvolvidos pela Sul Engenharia e Sistemas, incorporando a experiência já comprovada em várias aplicações em concessionárias, permissionárias e cooperativas do setor elétrico.

Funções de operação em tempo real

Supervisão – Provê a visualização em tempo real do estado da rede de distribuição:

  • Equipamentos: Chaves, religadores, reguladores de tensão, banco de capacitores, etc.

  • Valores analógicos: Tensões, correntes (instantânea e de falta), potências ativa / reativa, posição de tap, etc.

  • Estados digitais: Aberto / fechado, 51/79/90 habilitado / desabilitado, perfis de proteção/regulação ligado / desligado, etc.

  • Telas: Diagramas unifilares de distribuição, tabular de chaves / religadores / reguladores, explorador de dados, etc.

  • Recursos: Janela de detalhes permitindo substituição de dados de campo por dados manuais em caso de falha na aquisição, alteração de escalas, inversão de estados, definição de estado normal.

Monitoração – Acompanhamento do estado da rede de distribuição, com geração de alarmes:

  • Valores analógicos: Violação de limites HiHi - Hi - Lo -LoLo.

  • Estados digitais: Estado anormal, atuação de proteções.

  • Telas: Lista de alarmes, últimos alarmes.

  • Recursos: Indicação visual e sonora, reconhecimento individual e total de alarmes, inibição do monitoramento de pontos que estejam gerando alarmes indevidamente.

Comando – Possibilita a atuação sobre os equipamentos da rede de distribuição:

  • Comandos digitais: Abrir/fechar disjuntores, chaves e religadores, subir/descer tap, habilitar/inibir a atuação de reguladores de tensão (90) e de funções de proteção (51, 79, etc.), trocar grupo de ajustes de proteção e perfis de regulação de tensão, etc.

  • Comandos analógicos: Set-point de tensão em reguladores.

  • Telas: Janelas que se adaptam conforme os comandos disponíveis em cada equipamento; chamada de janelas de comando com seleção partir do diagrama unifilar, ou tabular de chaves e religadores.

  • Recursos: Procedimento de comando em 3 fases: seleção do equipamento, acionamento e confirmação, configuração com aplicação de intertravamentos para inibir o comando em caso de informações insuficientes para uma operação segura; comandos autorizados somente para usuários com direitos para tal e devidamente logados
    mediante usuário e senha.

Seqüência de eventos – Executa o registro de ocorrências de alarmes:

  • Telas: Lista de eventos com a hora da ocorrência no campo e a hora da gravação no sistema.

  • Recursos: Visualização de eventos com seleção hierárquica do setor (Transmissão-SE-Módulo, Geração-Usina-Setor-Módulo, Distribuição-SE-Religador), do tipo (Medidas, Estados, Proteções, Comandos) e da área de operação (COS, COD, GER), bem como do período desejado.

Registro da Operação – Armazenamento de ações operativas:

  • Comandos no sistema elétrico sobre disjuntores, chaves, religadores, tap, reguladores de tensão (90), funções de proteção (51, 79, etc.), grupo de ajustes de proteção, perfis de regulação de tensão, etc.

  • Comandos no sistema de supervisão e controle sobre inibição de alarmes, alteração de limites, etc.

  • Possibilidade de afixação de notas nos equipamentos para indicar restrições de operação, ocorrência de manutenções, etc., auxiliando na comunicação entre os operadores por ocasião de troca de turnos.

Funções de pós-operação

HOL - Servidor de dados históricos – Sistema de armazenamento de amostras a cada minuto em longo prazo – vários anos – dos dados originados pelo registro histórico da supervisão do sistema elétrico em tempo real.

HolView – Aplicativo de consulta offline ao servidor de dados históricos, com as seguintes funções e geração de relatórios:

  • Diagnóstico mensal de violações operativas de tensões por barra, carregamentos de transformadores, linhas e alimentadores em subestações.

  • Desempenho operativo, diário e mensal, dos módulos de alimentadores, carregamentos máximos, mínimos e médios.

  • Contabilização de desligamentos de alimentadores, relacionando o número, a duração e a carga interrompida nos desligamentos do dia.

  • Exportação de dados para o Microsoft Excel para uso em outras aplicações.

SulPosOperação – Aplicativo de análise offline dos alarmes registrados pela monitoração em tempo real, com as seguintes funções e geração de relatórios:

  • Análise de desligamentos de curta duração (< 3 min) e de longa duração (> 3 min) em cada módulo, com indicação da proteção atuada.

  • Análise de ocorrências, com indicação das proteções atuadas no próprio módulo em que houve um desligamento e também nos módulos do entorno associados ao mesmo.

  • Comunicação de ocorrências por e-mail, dentro de 1 minuto após a falta, com o detalhamento das proteções atuadas e condições operativas pré-falta.

Integração com outros sistemas

Integrável ao sistema de telemedição de energia HDMEDIÇÃO, da empresa HD Eletro, disponibilizando os dados de tensão de unidades consumidoras do grupo A4, possibilitando um maior detalhamento do perfil de tensão ao longo dos alimentadores, auxiliando na detecção de quedas de tensão setorizadas e na avaliação da qualidade da tensão fornecida.

Escalabilidade

  • Adaptável ao porte da rede de distribuição, contemplando desde uma empresa proprietária somente de uma rede de alimentadores e seus equipamentos, até sistemas com subestações supridoras próprias e, ainda, pequenas usinas (PCH, CGH).

  • Plataforma central multiusuário hospedada na Web, que concentra o acesso aos diversos equipamentos de campo e às estações de operação da empresa através da Internet.

  • Sistema projetado de forma que cada empresa somente tem acesso aos seus equipamentos, utilizando a sua estação de operação local, ou mais de uma de modo simultâneo se assim contratar.

  • Disponibilidade de vários protocolos de comunicação com os equipamentos de campo, incluindo os mais utilizados em sistemas elétricos como DNP3, IEC 60870-5-101/104, Modbus, etc.

Requisitos do sistema

  • Estações de operação da empresa: Computadores com arquitetura x86/x64 (PC), memória mínima de 2 GB, monitor de vídeo Full HD (1920x1080) e sistema operacional Windows 7 ou superior.

  • Sistema de comunicação para as estações de operação: Acesso à Internet com velocidade mínima de 10 Mbps.

  • Sistema de comunicação para os equipamentos de campo: Modem ou roteador celular homologado pela Sul Engenharia, ou outro sistema sujeito à análise e aprovação pela Sul Engenharia.

  • Os computadores e sistemas de comunicação devem ser disponibilizados pela empresa contratante.

© 2016 by Sul Engenharia e Sistemas Ltda.

Sul Engenharia e Sistemas

 

Fale Conosco: (51) 3339-4136